• sshow20
  • sshow13
  • sshow25
  • sshow24
  • sshow3
  • sshow8
  • sshow30
  • sshow12
  • sshow20
  • sshow2
  • sshow11
  • sshow26
  • sshow21
  • sshow5
  • sshow27
  • sshow18
  • sshow29
  • sshow15
  • sshow22
  • sshow19
  • sshow10
  • sshow16
  • sshow1
  • sshow7
  • sshow9
  • sshow4
  • sshow14
  • sshow6
  • sshow28
  • sshow17

Auto-Giro

 Aviação acessível e segura

 

 

 

 

 

 

A Aviação de Lazer permite realizar o seu sonho de voar sem objectivos ou obrigações profissionais.

Desenvolvida principalmente pelos avanços tecnológicos das últimas décadas a categoria das aeronaves ultraleves permitem hoje que qualquer pessoa tenha os céus ao seu alcance. De construção tão variada, desde a clássica construção aeronáutica de tubo e tela à utilização de compósitos de ultima geração, com equipamentos simples a equipamentos tecnológicos como GPS ou pilotos automáticos, de auto-giros a anfíbios, os ultraleves estão hoje num dos grupos mais avançados e seguros da aviação não profissional.

 

O mundo da Aviação Ultraleve é divido em 3 grupos:

 

  • O Grupo 1 consiste em aeronaves com comando de voo simples (2 eixos), tais como paramotores ou pendulares motorizados (trikes).
  • O Grupo 2 engloba aeronaves com comandos de voo completo (3 eixos) e com uma velocidade de cruzeiro inferior a 148Km/h (75% da potência a 5.000 pés). As aeronaves deste grupo apesar de simples, podem voar em espaço aéreo controlado, sendo possível percorrer sem qualquer problema todo o espaço Aéreo Europeu. São aeronaves ultraleves na sua essência, ideais para quem quer usufruir do prazer do voo de lazer sem grandes custos.
  • No Grupo 3 incluem-se as aeronaves com comandos de voo completo (3 eixos), não têm limite de velocidade de cruzeiro, sendo comum encontrarem-se aeronaves que efectuem 250 Km/h de cruzeiro ou mesmo mais de 300Km/h. Estas aeronaves são também normalmente equipadas com equipamentos avançados, tais como pilotos-automáticos, hélices de passo variável ou trens de aterragem retracteis.

 

Característica comum à Aviação Ultraleve é a baixa velocidade de perda (velocidade mínima à qual uma aeronave perde as suas características de sustentação) situando-se obrigatoriamente nos 65 Km/h ou menos, o facto de poderem ser equipados com pára-quedas para a própria aeronave, o baixo consumo de operação (cerca de 12 litros de gasolina 95 Octanas por hora de voo) e a facilidade de operação.

 

Skyrangers

BottomBanner01